Nuno Santos leva música aos hospitais

Durante as próximas semanas, o violinista Nuno Santos vai levar música aos hospitais. O projeto “Som & Salvo” surge como uma “forma de agradecimento a todos os profissionais de saúde pelo esforço incansável desde o início da pandemia”. 

Depois de atuações no Hospital de Torres Vedras e no Hospital de Peniche, o músico prepara-se para animar o Hospital de Caldas da Rainha no dia 20 de agosto. Os concertos terão transmissão em direto das redes sociais do artista.

“O projeto tem início nos três hospitais do Centro Hospitalar do Oeste, mas até setembro vai ser alargado a outras regiões, com uma atuação por semana em cada hospital”, adianta Nuno Santos, natural da Vestiaria. 

“Som & Salvo” começou a ser pensado em junho com um outro grande objetivo: “relembrar a importância da cultura, num dos momentos mais difíceis para o setor”. “Os músicos e o meio artístico precisam de uma nova esperança”, sublinha Nuno Santos.

A par desta iniciativa, o músico vestiariense tem também estado a promover “Fado Improvável”, o seu mais recente trabalho discográfico. O álbum de Nuno Santos aborda temas do cancioneiro do Fado de Lisboa e de Coimbra, de artistas e de bandas portuguesas prestigiadas a nível internacional, como Amália Rodrigues, Dulce Pontes, Madredeus, Moonspell e Quarteto 1111 e conta também com a participação de Custódio Castelo, Rui Amado e João Maneta.