Pederneirense interrompe atividade desportiva para reorganizar associação

A Associação Recreativa Pederneirense (ARP) vai suspender a atividade desportiva da equipa sénior de futsal na 1.ª Divisão distrital na próxima temporada, com o objetivo de melhorar as condições da estrutura para a prática da modalidade principal da associação. Esta é uma das premissas de Luís Silvério, que foi reconduzido no cargo de presidente da Direção até 2022. 

“Vamos apostar em obras de melhoramento das infraestruturas do pavilhão da associação pelo que achámos necessário suspender a atividade desportiva durante uma época”, revela o presidente ao REGIÃO DE CISTER. “Um dos objetivos é aproveitar um dos melhores pisos do distrito para a prática desportiva, promovendo a melhoria de toda a envolvente como bancadas, acessos, anexos e balneários”, nota o engenheiro civil.

A ideia é também reabrir o bar do pavilhão, de forma a reaproveitar aquele espaço que foi encerrado no final de 2018 pela ASAE. “Pretendemos atrair a população local ao pavilhão, dinamizando vários jogos lúdicos de forma a tentar garantir estabilidade financeira para a associação e em particular, para os vários projetos que temos planeado”, afirma o dirigente, revelando que pretende “uma participação ativa dos sócios e da população da Pederneira no grande sonho da coletividade, que é a construção da nova sede social”.

Com a reabertura do bar, a ARP pretende ainda dinamizar diversas atividades nas suas instalações, apelando aos sócios e população em geral para uma maior envolvência associativa. Com cerca de 150 sócios atualmente, a nova Direção espera ”uma reaproximação dos sócios e a eventual criação de novos sócios”.

A relocalização dos serviços do Tribunal da Comarca da Nazaré para a antiga Casa da Câmara, edifício onde está instalada a atual sede social da associação, que é propriedade da Câmara da Nazaré, é uma das maiores preocupações. “É necessário encontrar um espaço que sirva os interesses da Associação Recreativa Pederneirense e da população da Pederneira pelo que a solução para a nova sede social passa pela sua construção no terreno da ARP contíguo ao pavilhão, ficando assim toda a actividade desportiva, social, recreativa e cultural concentrada neste local”, salienta.

Para a construção do novo espaço e melhoramentos do existente, a associação conta com “o compromisso de apoio do Municipio da Nazaré”, dado que “perde” a sede social, onde estava instalada desde 1976.

No plano desportivo da Associação Recreativa Pederneirense, o dirigente salienta que a interrupção “é de apenas uma temporada e que um dos objetivos do clube é também retomar os escalões de formação”.

De resto, a lista presidida por Luís Silvério terá a continuidade de Mário Ribeiro e Diana Silvério na vice-presidência e na presidência da Assembleia Geral, respetivamente. José Luís Catela é o novo presidente do Conselho Fiscal e Flávio Rodrigues é o novo tesoureiro.