Casal detido por burla em arrendamento de imóveis na Nazaré

Um homem e uma mulher foram detidos, esta quinta-feira, pela Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, indiciados pela prática dos crimes de burla qualificada e de branqueamento na Nazaré.

A Procuradoria da Comarca de Leiria do Ministério Público refere que o casal, natural da Batalha, tinha um plano delimitado para "publicitar o arrendamento de imóveis, através da internet", exigindo transferências de dinheiro que oscilaram entre os 25 e os 640 euros para o suposto arrendamento, algo que "nunca foi concretizado".

Os arguidos foram presentes a tribunal e acusados "de pelo menos 28 crimes de burla qualificada, fazendo desta atividade ilícita modo de vida". O suspeito vai aguardar julgamento em prisão preventiva enquanto a mulher ficou sujeita a "termo de identidade e residência e à medida de coação de apresentação trissemanal no posto da entidade policial da área da sua residência".

O caso estava a ser investigado desde o ano passado e reporta-se "à prática reiterada de burlas relacionadas com o arrendamento de imóveis através da internet, nomeadamente na zona da Nazaré e do Algarve". 

As autoridades identificaram 46 situações enganosas, envolvendo um total contabilizado de 10.900 euros. Segundo a Polícia Judiciária, os arrendamentos eram sinalizados através de transferências bancárias para as contas indicadas pelos suspeitos e as vítimas “só se apercebiam do logro quando estes deixavam de responder aos respetivos contactos”.