Miguel Martins avança com uma lista ao Ginásio

O gestor Miguel Martins encabeça uma lista às eleições no Ginásio, que deverão ter lugar nos próximos dias. O ato eleitoral ainda não está agendado, mas “uma grande equipa de trabalho” pretende ir a votos e apresentar aos sócios um projeto que quer transfigurar o clube e acabar com o que classifica de “divórcio” com a cidade. Tudo indica que haverá mais do que uma lista, mas o candidato garante que, em caso de derrota, entregará “o projeto na íntegra aos novos órgãos sociais do clube”.

“Queremos alargar a base social do clube e que as vertentes ligadas ao jogo, ou seja o antes e o depois, sejam valorizadas. O Ginásio tem uma forte função social e queremos reforçar essa vertente social. E ter adeptos de todos os pontos do concelho”, salienta o candidato à presidência da Direção, que já esteve ligado ao GD Peso e que pretende “trabalhar em rede com outros agentes locais e clubes”. 

A falta de afluência de público ao Estádio preocupa os elementos da lista, com Rui Alexandre, que encabeça o elenco para a Assembleia Geral e que é presidente dos Veteranos do Ginásio, a sugerir que tal se deve à falta de “um clima interno favorável”. “É fundamental criar dinâmicas de aproximação entre os atletas de todas as equipas do clube para que se recupere a identidade do Ginásio”, sublinha.

No plano desportivo, a lista de Miguel Martins não abre o jogo. “Queremos estruturar o futebol, criar regulamentos e implementá-los, para que os resultados possam surgir. Não falamos de subidas de divisão. Queremos o Ginásio na 1.ª Divisão dos valores”, remata o candidato.