Stone Dead mostram que no rock & roll também há “bons rapazes”

Depois de cinco anos a tocar em conjunto, os bons rapazes João Branco, Bruno Monteiro, Jonas Gonçalves e Leonardo Batista preparam-se para apresentar “Good Boys”. O álbum de estreia de Stone Dead tem data de estreia para o próximo dia 16 de março com um concerto no Sabotage Club, em Lisboa. 

A apresentação do álbum ao público da região está agendada para o dia 18 de março, no Cine-teatro João d’Oliva Monteiro. Tocar na “mais emblemática” sala do concelho “faz sentido” e, ainda que seja a primeira experiência de Stone Dead em anfiteatro, por isso, a banda tem “boas expetativas” para o concerto na cidade.

“Good Boys” marca a estreia da banda no mundo discográfico e conta a história de vida de Tony Blue enquanto, também ele, se questiona se é um “bom rapaz”. O trabalho de originais vai ser editado pela estampa da Lovers & Lollypops, editora de artistas como Glockenwise, Black Bombaim, Memória de Peixe ou Filho da Mãe.

O primeiro álbum de Stone Dead marca, também, uma evolução na sonoridade da banda. O som que era mais “pesado” está agora mais “soft”, resultado do “processo natural” de crescimento individual e coletivo de cada um dos bons rapazes. Mudaram, também, algumas das influências mas o que nunca muda é a “vontade de fazer rock and roll”, defende Bruno Monteiro.

Para mostrar ao público o seu novo trabalho, a banda alcobacense tem já vários concertos agendados para os próximos tempos. Depois do concerto no Cine-teatro de Alcobaça, os Stone Dead vão passar por Rio Maior, Porto, Monção e Ponta Delgada, nos Açores. Tudo isto antes de partirem em digressão por vários países europeus. A banda vai partilhar milhares de quilómetros de estrada com os Killimanjaro para pisar palcos em Espanha, França, Bélgica, Alemanha, Áustria, Croácia, Itália e Suiça. “Vamos conhecer muitas pessoas e vai ser uma grande experiência”, defende Jonas Gonçalves.

Depois de muitas semanas de rock and roll, o guitarrista acredita que os próximos tempos podem ser uma “rampa de lançamento” para os Stone Dead. Contudo, o objetivo principal é mesmo “dar a conhecer a nossa música e depois... logo se vê”.