Thierry Ferreira vence Bienal de Coruche

A escultura CUBIC #71027082, instalada em frente à Praça de Touros de Coruche, da autoria do alcobacense Thierry Ferreira, foi premiada na  VII edição da “Bienal de Coruche – Percursos com Arte”.

O júri de premiação, composto pelo presidente da Câmara de Coruche, Francisco Silvestre de Oliveira, pelo arquiteto Luís Marques, pelo escultor Alberto Simões de Almeida, pela curadora Cláudia Camacho e pelo artista plástico Luís Paulo Costa, apreciou nove instalações a concurso, considerando "de forma unânime a Distinção Bienal de Coruche – Percursos com Arte à obra Cubic #71027082, do artista Thierry Ferreira".

Será entregue ao escultor um diploma e de um subsídio ao desenvolvimento artístico no valor de 4 mil euros.

A iniciativa é uma exposição consagrada às artes plásticas de cariz contemporâneo realizado de dois em dois anos na vila de Coruche no mês de outubro. A mesma é organizada pelo Município de Coruche e pelo Museu Municipal de Coruche. A ideia de fazer uma Bienal de Artes em Coruche surgiu "como meio de promover uma educação estética a um público pouco habituado à realidade das artes plásticas, especialmente à arte contemporânea"."Esta pretende ser um espaço de afirmação de novos talentos que vêem a Bienal como uma oportunidade de partilhar conceitos e confrontar-se com valores já consagrados. A mesma marca a diferença ao ser um dos poucos eventos deste género a realizarem-se fora da Grande Lisboa ou do Grande Porto", descreve a organização.