Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Usalcoa comemora dez anos pelas ruas da cidade

Data:

Partilhar artigo:

Há dez anos a Universidade Sénior de Alcobaça (Usalcoa), da Fundação Maria e Oliveira, abria as portas para uma nova realidade na cidade. A data foi celebrada, esta segunda-feira, com um passeio pelas ruas da cidade.

Há dez anos a Universidade Sénior de Alcobaça (Usalcoa), da Fundação Maria e Oliveira, abria as portas para uma nova realidade na cidade. A data foi celebrada, esta segunda-feira, com um passeio pelas ruas da cidade.

“Dez anos a partilhar saberes e práticas, dez anos a criar espaços e tempos de sociabilidade e de convívio, dez anos a proporcionar experiências que alargam os horizontes e recheiam a vida de significado”. São estas as palavras de Mário Barreiro, presidente do Conselho de Administração da Fundação Maria e Oliveira, sobre o significado da Usalcoa na comunidade. 

Segundo Mário Barreiro, “é muito gratificante constatar que os recursos disponibilizados pela Fundação têm tido um muito relevante retorno na melhoria da qualidade de vida dos muitos alunos que beneficiam desta importante resposta social”.

A mesma emoção é partilhada por Maria da Conceição Castelhano: “Durante dez anos, conseguimos afirmar-nos na comunidade, como uma valência de utilidade pública para os seniores, permitindo-lhes ter um espaço de aprendizagem, de acolhimento e de convívio e proporcionando-lhes um envelhecimento ativo e alegria de viver”. A diretora da Usalcoa acrescentou que, além das disciplinas ministradas ao longo do ano letivo, pretende realizar programas educativos e campanhas de informação, abordando os temas da qualidade de vida e da sustentabilidade e usos dos recursos locais a longo prazo, tendo em conta o Ano Internacional do Entendimento Global.

Recentemente distinguida pela Rede das Universidades e Academias Seniores como membro de Rede de Excelência, a Universidade Sénior é frequentada por 192 alunos, distribuídos por 31 turmas. As aulas são ministradas por 21 professores.

Os objetivos de Mário Barreiro e Maria Conceição Castelhano são envolver, ainda mais, todos os que integram este projeto.  “Queremos também alargar a rede de parcerias e angariar um maior número de voluntários que possibilitem uma oferta mais alargada das aprendizagens”, testemunha a diretora.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Central-periférica abre portas em Alcobaça a artistas em situação de risco

Um dos edifícios do centro histórico de Alcobaça está a dar “teto” a artistas internacionais. É ali, mais...

Dois detidos por tentativa de furto a residência em Famalicão

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial da Valado dos Frades, deteve esta terça-feira dois homens...

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!