Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Ricardo Leão: o médico, o investigador e o músico

Data:

Partilhar artigo:

É médico e investigador. Portugal é o seu País, mas é no estrangeiro, neste momento em Toronto (Canadá), que desenvolve os seus conhecimentos. Ricardo Leão tem 39 anos e é natural da Bemposta, freguesia da Maiorga. Durante alguns anos usou a bata branca e tocou saxofone em simultâneo, nomeadamente ao lado dos The Gift, participando em concertos.

É médico e investigador. Portugal é o seu País, mas é no estrangeiro, neste momento em Toronto (Canadá), que desenvolve os seus conhecimentos. Ricardo Leão tem 39 anos e é natural da Bemposta, freguesia da Maiorga. Durante alguns anos usou a bata branca e tocou saxofone em simultâneo, nomeadamente ao lado dos The Gift, participando em concertos.

Terminada a licenciatura em Medicina, pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, em 2004, Ricardo Leão ingressou na especialidade de Urologia, terminando com uma média de 19 valores.

Durante a formação, o médico alcobacense trabalhou em diferentes hospitais nacionais e internacionais, possibilitando-lhe a aprendizagem com alguns dos melhores médicos do mundo. Foi no The Johns Hopkins Hospital, em Baltimore (EUA), que o médico “mudou a perceção” da sua carreira. Não menos importante é a sua passagem pelo Klinikum Heilbronn, da University of Heidelbert Alemanha), no qual realizou um estágio em cirurgia laparoscópica e robótica urológica.

A passagem por estes hospitais aguçou ainda mais o gosto de Ricardo Leão pela investigação. Atualmente está a realizar a tese de doutoramento em Urologia Oncológica, pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra. O seu trabalho visa o estudo de mecanismos de manutenção dos telómeros em cancros urológicos.

Face à sua dedicação, em 2014, abriu-se mais uma importante porta na vida deste médico. Entre centenas de candidatos internacionais, Ricardo Leão foi escolhido para um dos programas “mais reconhecidos e competitivos em Urologia”.  É o único português, até hoje, seleccionado para esta formação. Trata-se do Uro-oncology Fellowship, da Society of Urologic Oncology, da American Urological Association. Em Toronto, divide a atividade clínica entre diferentes hospitais, como o Mount Sinai Hospital, Princess Margaret Cancer Centre (um dos mais conceituados centros de urologia e um dos cinco melhores centros de investigação em cancro do mundo) e o Sunnybrook Hospital. Faz também investigação no The Sick Children Hospital.

O investigador tem diversos estudos retrospetivos e prospetivos em cancros da próstata, bexiga e testículo. Os seus trabalhos de investigação têm sido distinguidos com diferentes bolsas e prémios nacionais e internacionais. É médico convidado da FPTV (canal de televisão do Canadá), com uma rubrica mensal sobre temas urológicos.

A música também é a sua vida. Foi na Banda de Alcobaça que deu os primeiros e grandes passos, tendo estudado na Escola de Música do Conservatório Nacional.

Para o futuro, deseja continuar a desenvolver a sua atividade clínica e científica em centros de excelência e seguir uma carreira académica. Além disso, deseja  casar e ter filhos: “pela primeira vez sei o que é sentir inveja, quando olho para os filhos dos meus amigos. Por vezes, dedicamo-nos tanto a um objectivo, que deixamos de lado uma parte tão importante como a família”. 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!