Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Homem desaparecido há um ano encontrado morto em Alfeizerão

Data:

Partilhar artigo:

O cádaver de um homem de 55 anos que estava desaparecido desde fevereiro de 2015 foi encontrado enterrado, esta sexta-feira, numa moradia em Alfeizerão.

O cádaver de um homem de 55 anos que estava desaparecido desde fevereiro de 2015 foi encontrado enterrado, esta sexta-feira, numa moradia em Alfeizerão.

Em comunicado, o Departamento de Investigação Criminal de Leiria da Polícia Judiciária adianta que “no desenvolvimento de diligências investigatórias motivadas pela participação do desaparecimento de um homem nas Caldas da Rainha, com 55 anos e industrial, deteve duas mulheres e um homem, com relações próximas entre si, fazendo parte do grupo a então companheira da vítima”.

Segundo a PJ, o “crime de homicídio terá sido perpetrado na noite do desaparecimento, em 11 de Fevereiro do ano passado, mediante agressões físicas, seguindo-se a profanação e ocultação do cadáver, bem como a ilegítima apropriação de pertences da vítima”. O cadáver foi encontrado “enterrado em área ajardinada de uma moradia em Alfeizerão”. 

Os detidos, com idades compreendidas entre os 24 e os 31 anos, comerciantes e desempregada, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coacção tidas por adequadas.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Dois detidos por tentativa de furto a residência em Famalicão

O Comando Territorial de Leiria, através do Posto Territorial da Valado dos Frades, deteve esta terça-feira dois homens...

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!