Quarta-feira, Junho 29, 2022
Quarta-feira, Junho 29, 2022

Dança e música de câmara retomam programação do Cistermúsica

Data:

Partilhar artigo:

O Cistermúsica é uma constante cultural da região (e do País) durante o mês de julho no que toca à música clássica. Mas não só. A programação principal do festival de música de Alcobaça traz também alguns dos melhores intérpretes de dança nacionais e internacionais.

O Cistermúsica é uma constante cultural da região (e do País) durante o mês de julho no que toca à música clássica. Mas não só. A programação principal do festival de música de Alcobaça traz também alguns dos melhores intérpretes de dança nacionais e internacionais. Que o diga a norte-americana Alia Kache que, hoje, inaugura a programação de dança com “uma exploração da feminilidade através do movimento”.

“Caricature of She” estreia em Portugal no Cistermúsica, pelas 22 horas no Claustro D. Afonso VI no Mosteiro de Alcobaça, para responder a várias questões sobre o que significa ser mulher: “será suficiente existir apenas como um membro do género, ou será a natureza feminina apenas aceitável se preenchermos um certo critério de feminilidade?” As respostas a estas perguntas prometem um espetáculo ímpar. A artista vai ficar em residência artística durante o festival para trabalhar com a Academia de Dança de Alcobaça para um espetáculo criado em parceria com o percussionista alcobacense Manuel Campos, no próximo dia 23.

Vasco Dantas vem a Alcobaça, amanhã, para apresentar um recital com obras de Beethoven, Listz, Ravel e Gershwin no claustro de D. Dinis, no Mosteiro de Alcobaça, pelas 21:30 horas. Este ano, a direção artística do Cistermúsica continua a apostar na descentralização do festival pelo que o jovem talento apresenta o mesmo programa no próximo dia 24 de julho, pelas 21:30 horas, na Igreja Matriz de Pataias.

Um dos pontos altos da programação principal é o espetáculo de The Orlando Consort, que vai fazer o cruzamento, através de música da renascença, das obras de William Shakespeare e Miguel de Cervantes, cujo 400.º aniversário da morte se celebra este ano. O quarteto britânico, composto pelos tenores Agnus Smith e Benedict Hymas, pelo contratenor Matthew Venner e pelo barítono Donald Greig vai atuar, pelas 18 horas, no Claustro D. Afonso VI, no Mosteiro de Alcobaça. Para esta atuação, que contempla um repertório fora do comum e pensado para a temática do festival, o grupo vocal convidou as sopranos Julie Cooper e Cecilia Osmond. “Um clássico para todos” os gostos.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

A leste, algo de novo: o despertar dos impérios

Gostaria de estar mais otimista. Porém, os últimos desenvolvimentos à volta da  Guerra na Ucrânia não me permitem...

Hóquei em patins: Biblioteca conquista torneio de encerramento em Tomar

A equipa de sub-15 da Biblioteca conquistou o torneio de encerramento depois de vencer o Sp. Marinhense (10-4),...

Casal de americanos escolheu Alcobaça para ajudar emigrantes

”Portugal the Place” é o nome da empresa de consultoria gerida por um casal de americanos em... Alcobaça. Colleen...

Concurso Mundial de Bruxelas distingue quatro vinhos de Alcobaça

Os vinhos Montecapucho Arinto 2017, da Quinta dos Capuchos, e Mula Velha Rose 2021, da Parras Wines, foram...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!