Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Fundação Vida Nova e Pomar criam Movimento “Laços e Regaços”

Data:

Partilhar artigo:

A Fundação Vida Nova e a Pomar – Saúde e Desenvolvimento criaram o “Movimento Laços e Regaços”, que tem o objetivo de promover a sensibilização e a disponibilização de informação sobre o tema do acolhimento familiar. As duas entidades pretendem, assim, criar uma resposta social até agora inexistente em Alcobaça.

A Fundação Vida Nova e a Pomar – Saúde e Desenvolvimento criaram o “Movimento Laços e Regaços”, que tem o objetivo de promover a sensibilização e a disponibilização de informação sobre o tema do acolhimento familiar. As duas entidades pretendem, assim, criar uma resposta social até agora inexistente em Alcobaça.

A iniciativa é dinamizada pelas técnicas Ana Reis e Patrícia Calado, em representação da Fundação Vida Nova, e por Inês Vinagre e Sara Dias, técnicas da Pomar – Saúde e Desenvolvimento. Segundo as profissionais, o intuito é promover o acolhimento familiar como alternativa ao acolhimento residencial ou institucional, “que até agora é a única possibilidade de proteção para as crianças em perigo que temporariamente estejam impedidas de estarem com as suas famílias de origem”

O distrito de Leiria ainda não possui esta resposta social, que é descrita como essencial para salvaguardar o bem-estar dos jovens e criar um ambiente seguro e estável.

“A Fundação Vida Nova gostaria de se constituir como entidade para promover esta resposta social e tem para isso o apoio da Pomar – Saúde e Desenvolvimento, que se associa ao movimento pela sua responsabilidade social de atuação na comunidade enquanto equipa de saúde mental”, sublinha a instituição particular de solidariedade social, que no presente ano implementou a valência de Centro de Apoio Familiar e de Aconselhamento Parental (CAFAP).

O acolhimento familiar é promovido pelas instituições de enquadramento que podem ser os Centros Distritais de Segurança Social e as instituições particulares de solidariedade social. À instituição compete selecionar as famílias de acolhimento, formá-las, acompanhar e monitorizar o acolhimento.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!