Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023
Quinta-feira, Fevereiro 9, 2023

Beneditense gere destinos da Junta de Alcântara desde 2013

Data:

Partilhar artigo:

Quando saiu da Benedita aos 18 anos estava longe de imaginar que passada uma década e meia seria eleito presidente de Junta… de Alcântara. Davide Amado foi a votos pela primeira vez em 2013, tornando-se o primeiro presidente da Junta de Alcântara eleito pelo PS.

Quando saiu da Benedita aos 18 anos estava longe de imaginar que passada uma década e meia seria eleito presidente de Junta… de Alcântara. Davide Amado foi a votos pela primeira vez em 2013, tornando-se o primeiro presidente da Junta de Alcântara eleito pelo PS.

Depois de concluir os estudos no Externato da Benedita, rumou a Lisboa para ingressar na licenciatura em Política Social no Instituto Universitário de Lisboa. “Lisboa tem os seus encantos, mas sempre mantive a rotina de regressar a casa. As oportunidades profissionais surgiram na capital e, como tantos outros recém-licenciados, por aqui fiquei”, conta o beneditense, que antes de ser chamado como “senhor presidente” geriu uma empresa de material hospitalar.

Região de Cister - Assine já!

Foi em 2012 que surgiu o desafio de ingressar no mundo da política. O convite partiu de António Costa, então presidente da Câmara de Lisboa. “Aceitei o desafio e não podia estar mais satisfeito. O meu partido [PS] nunca tinha ganho nesta Junta e foi uma vitória pessoal e daqueles que estavam a meu lado”, recorda o autarca.

A terminar o segundo mandato à frente da Junta, Davide Amado caracteriza os últimos sete anos como “a experiência mais gratificante a nível profissional”. “É muito satisfatório conseguir fazer a diferença a nível local com deliberações que visam apoiar a comunidade e dar resposta a adversidades”, analisa.

A proximidade com a comunidade e “o saber ouvir” são, para o beneditense, características “imprescindíveis” para um autarca. “Sempre gostei de estar próximo das pessoas. Quando vou a casa [Benedita] gosto de fazer coisas simples, como caminhar pelas ruas ou ir ao café ver as pessoas e revisitar locais que por várias razões têm lugar nas minhas memórias”, revela.

Quando não está a ocupar a cadeira de presidente de Junta, Davide Amado gosta de correr, degustar de uma boa refeição, longe de assuntos do trabalho ou lá está… visitar a Benedita para aproveitar momentos com a família longe do frenesim da capital. Sempre que a agenda profissional o permite é para a Benedita que “foge” para repor energias junto da família e dos que o viram crescer.

É com nostalgia até que Davide Amado recorda a infância vivida na freguesia onde permaneceu até à maioridade. “Tudo permanece muito semelhante ao que era. Embora algumas intervenções paisagísticas tenham alterado certos espaços, os pontos de referência da minha juventude permanecem os mesmos. E é agradável perceber que a Benedita continua fiel à sua identidade”, analisa o autarca.

Dos beneditenses, destaca a capacidade de lutar por aquilo que acreditam, como é o caso das contestações em torno do IC2. O filho da terra é também disso um bom exemplo. 

AD Footer

Artigos Relacionados

Três em um

#1 JANTAR DE AMIGOS Atualmente um jantar de amigos é algo que me põe nervoso. Há tanta coisa em questão...

José Inácio é o rosto do café que é “capital da imperial”

Corria o ano de 1968 quando José Inácio decidiu investir num estabelecimento no Silval. O nome dado ao...

Coleção de cerâmica projeta voz de Sónia Tavares

Uma peça de cerâmica pode ter várias formas, tamanhos e cores. E se lhe dissermos que também pode...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!