Quarta-feira, Junho 29, 2022
Quarta-feira, Junho 29, 2022

Seremos lobos ou formigas?

Data:

Partilhar artigo:

Estava aqui a pensar em palavras que expressam a nossa responsabilidade social, que é como quem diz, as nossas obrigações com as pessoas e o meio em que vivemos. Vieram-me à cabeça duas: “Porquê” e “liberdade”. Não parecem relacionadas, mas a verdade é que, na minha opinião, ambas revelam a nossa condição humana, por oposição às máquinas e aos bichos.

“Porquê” exprime a permanente curiosidade, a vontade de aprender que, desde cedo na evolução da humanidade e desde cedo na evolução de cada humano, nos impele a saber mais, a descobrir, a investigar, a procurar, a estudar. Pode surgir como recurso para resolver um problema ou, simplesmente, para apaziguar uma qualquer inquietação do espírito ou da razão.

Por outras palavras, o “porquê” é muitas vezes utilitário, mas, na maioria dos casos, resulta da nossa livre e solitária busca pelo conhecimento, pela razão das coisas, do nosso impulso de “liberdade”.    

Sem ela, sem a liberdade, somos formigas num carreiro, abelhas numa colmeia e os humanos não somos nem uma coisa nem outra. Não nascemos para obreiras ou abelhas-mestras, seremos mais, como diria Aldous Huxley no seu “Regresso ao Admirável Mundo Novo”, que me inspirou esta reflexão, lobos, seres apenas moderadamente gregários.

Farto-me de pensar na liberdade e no que significa. Acho que a irei perseguir todos os dias da minha vida, enquanto a razão me não abandonar. A liberdade é um valor profundamente humano e humanizador, difícil de alcançar. Contudo, uma coisa tenho por certa, sem “porquês” não há liberdade, e sem esta, nem responsabilidade connosco ou com os outros, nem sequer humanidade. Como nos versos de Torga “Enquanto não alcances / Não descanses./ De nenhum fruto queiras só metade.”

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

A leste, algo de novo: o despertar dos impérios

Gostaria de estar mais otimista. Porém, os últimos desenvolvimentos à volta da  Guerra na Ucrânia não me permitem...

Hóquei em patins: Biblioteca conquista torneio de encerramento em Tomar

A equipa de sub-15 da Biblioteca conquistou o torneio de encerramento depois de vencer o Sp. Marinhense (10-4),...

Casal de americanos escolheu Alcobaça para ajudar emigrantes

”Portugal the Place” é o nome da empresa de consultoria gerida por um casal de americanos em... Alcobaça. Colleen...

Concurso Mundial de Bruxelas distingue quatro vinhos de Alcobaça

Os vinhos Montecapucho Arinto 2017, da Quinta dos Capuchos, e Mula Velha Rose 2021, da Parras Wines, foram...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!