Alcobaça vai receber estátua de Hans Christian Andersen

Alcobaça vai ser a primeira cidade do País a ter uma estátua que honre a memória de Hans Christian Andersen. 

A escultora Adália Alberto visitou a exposição sobre o autor dinamarquês – que atraiu mais de cinco mil visitantes ao Armazém das Artes desde 31 de maio – e decidiu apresentar uma proposta no sentido de produzir uma estátua sobre Andersen a instalar na cidade.

Niels Fischer, responsável pela ideia, design, organização e financiamento da exposição que encerrou no dia 3 de agosto, não escondeu a satisfação pela ideia. “Dentro de meio ano ou um pouco mais, vamos ter a estátua em Alcobaça”, garantiu o comissário da exposição, que foi homenageado pela Câmara de Alcobaça numa tarde repleta de atividades.

Três contos de Hans Christian Andersen foram lidos no Armazém das Artes perante uma plateia atenta. Um painel de vereadores leu “O duende e o merceeiro”, um grupo de jornalistas assegurou a leitura de “O firme soldado de chumbo”, enquanto “O fato novo do imperador” foi recordado por responsáveis instituições que contribuíram para a exposição, a Fundação Maria e Oliveira, o CEERIA e o Externato Cooperativo da Benedita. A tarde contou, ainda, com a recriação do tema “A Pequena Sereia” e intervenções de Rui Rasquilho e Alice Subtil.