Amigos viajam até Marrocos de 4L para levar bens às crianças

Um grupo de amigos beneditenses e alcobacenses está de partida, esta sexta-feira, para Marrocos com uma missão muito especial: à boleia de três Renault 4L vão participar no Ráli Solidário UniRaid, com o objetivo de distribuir material a crianças em aldeias de Marrocos, que só são possíveis de aceder com carro. 

“A ideia de participar do Uniraid já era antiga, mas foi no decorrer de uma conversa entre amigos que decidimos ir em frente e integrar a edição de 2020”, conta o alcobacense Henrique Henriques ao REGIÃO DE CISTER. O desafio da competição inicia-se logo com a inscrição, uma vez que os participantes devem criar um plano de negócios e angariar patrocínios  para concretizar a viagem de dez dias pelo deserto, seguindo rotas do Dakar. 

A prova, com cerca de 5 mil quilómetros, divide-se em sete etapas nas quais os participantes estão proibidos de utilizar dispositivos eletrónicos, estando dependentes de um “RoadBook” e de dormidas em hotéis (apenas duas noites) e acampamentos. “O objetivo é unir esforços e trabalhar sempre em equipa para ultrapassar dificuldades. Sabemos que não será fácil, mas o facto de sermos companheiros é um bom ponto de partida”, almeja André Lúcio, o participante mais novo do grupo beneditense.

Não se trata, portanto, de uma prova de velocidade ou de um simples ráli... A performance dos participantes será avaliada em cada etapa através da gestão de recursos face a dificuldades, incluindo testes, exames especiais e estratégia. “A deslocação será feita em viaturas com mais de 20 anos – é obrigatório que assim seja –e são, claro, esperados problemas técnicos. Daí que a nossa performance será avaliada também quanto à capacidade de encontrar soluções”, sublinha Henrique Henriques.

Apesar de se confessarem amantes de aventura, a participação do grupo não foi, apenas, motivada pela adrenalina. “A vertente solidária teve um grande peso nesta decisão. Vamos entregar vários materiais escolares e hospitalares e até de primeira necessidade a famílias carenciadas e acredito que vai mudar a nossa perspetiva do mundo”, acrescenta o alcobacense. 

Entre os 40 quilos de materiais de solidariedade que angariaram junto de patrocinadores encontram-se computadores, chupetas, mochilas, sapatos de crianças e cadeiras de rodas. “Acredito que o momento de entrega dos bens às crianças será único. Vivemos numa sociedade em que temos tudo à mão e vamos ser confrontados com uma realidade totalmente diferente, em que um simples caderno é capaz de provocar um sorriso numa criança”, nota André Lúcio.

“Será, sem dúvida, uma experiência única. Vamos crescer a nível pessoal e certamente voltaremos mais unidos enquanto grupo”, conclui Henrique Henriques, um dos 300 participantes em 150 carros.