Clube das Conchas dá à costa para ajudar quem mais precisa

O Clube das Conchas nasceu da amizade de seis meninas alcobacenses, mas a solidariedade foi a alavanca que as levou a criar projetos, desde há quatro anos, para ajudar quem mais precisa.

Ana Rita Clemente (10 anos), Diana Clemente (11), Bruna Nunes (11), Inês Cardoso (11), Maria João Clemente (12) e Carolina Silva (12) juntaram-se, por brincadeira, numa tarde de verão em São Martinho do Porto, “para vender conchas pintadas com aguarelas no paredão, o que acabou por dar nome ao nome do grupo”, conta Diana Clemente.

Nesse ano, o dinheiro angariado foi dividido entre os elementos para que o pudessem gastar em conjunto. “Ficámos com a sensação de que o dinheiro se gastou muito rápido apesar de ter demorado muito tempo a angariá-lo”, relata Ana Rita Clemente. “Por isso decidimos passar a dá-lo a alguém que o gaste melhor”, acrescenta Maria João Clemente.

Apesar da boa experiência, as conchas não renderam muito dinheiro. Foi aí que as alunas do Agrupamento de Escolas de Cister decidiram apostar em pulseiras de tecido, que acabaram por ser mais rentáveis, durante as duas semanas de férias de verão, época em que levam a cabo as vendas. No segundo ano de atividade, e com a decisão de doar o dinheiro para uma causa maior, o Clube das Conchas ajudou a comprar um carrinho de bebés para os irmãos gémeos de Bruna Nunes.

No ano passado, todos os elementos doaram vinte centímetros de cabelo para o Instituto Português de Oncologia e, este ano, ofereceram 80 euros para uma investigação polar, liderada pelo cientista da Universidade de Coimbra, José Carlos Xavier. “Já conhecíamos o cientista desde os tempos do Centro Escolar de Alcobaça”, explica Carolina Silva, acrescentando que “foi a partir daí que pensámos em doar os fundos reunidos ao cientista”.

Para este natal, o Clube das Conchas está a planear doar os próprios brinquedos e pelo menos um pijama para ajudar quem mais precisa. 

“Prometemos manter o Clube das Conchas até à idade adulta”, finaliza Inês Cardoso. Este é o último objetivo do grupo de meninas, que se ancorou na amizade para fazer o bem.