Mulher detida por posse ilegal de aves exóticas

A GNR de Caldas da Rainha anunciou ter detido em Alfeizerão, esta quinta-feira, uma mulher, de 58 anos, "por detenção de três aves exóticas, em cativeiro".

Em comunicado, o comando territorial de Leiria informa que "no decorrer de uma ação de patrulhamento os militares detetaram a existência de três aves exóticas, no anexo de uma residência, um Papagaio Diadema “Amazoba Autumnalis”, um Aratinga de Bando “Psittacara Leurocophthalmus” e um Inseparável de Fischer “Agapornis Fischeri”, sem a respetiva declaração ou registo da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies da Fauna e da Flora Selvagem Ameaçadas de Extinção" (CITES).

As aves foram apreendidas, sendo elaborado o respetivo auto de notícia por contraordenação, cuja "infração por detenção de uma espécie exótica, em cativeiro, sem a devida declaração CITES, é punível com uma coima mínima de 2.000 euros e máxima de 20.000 euros."

As aves da espécie exóticas foram apreendidas, tendo sido nomeado fiel depositário a sua detentora/proprietária, esclareceu a GNR.