Obras na Avenida Rainha Santa Isabel preocupam população

A empreitada de requalificação da Avenida Rainha Santa Isabel, em Pataias, arrancou no passado mês de abril e, apesar de ansiada há muito pela população, está a causar transtornos aos pataienses, que revelam preocupações sobre a circulação de veículos no decorrer da obra e temem que depois de “buracos e canos expostos pela vila”, os problemas se mantenham.

“Já ouvi falar muito bem desta obra e muito mal. Muito sinceramente creio que a avenida estava em condições, não havia uma necessidade urgente de obras”, sublinha António Marques, proprietário de um café no centro da vila. “São obras que interferem com a circulação dos automóveis, mesmo que tentem evitar ao máximo, e a verdade é que desde o início dos trabalhos há cada vez mais veículos pesados a circular pelas artérias paralelas, junto às lojas”, reitera o comerciante, que prefere guardar as críticas ou os elogios para a conclusão da empreitada.

Para Carlos Sousa, o único problema da Avenida está relacionado com “o aumento de circulação na época de verão”, o que poderia ser solucionado “com obras mais rápidas e mais eficazes”. “Estão a ser construídos muros e removidas canalizações e não acredito que isso vá resolver o grande problema”, reitera o pataiense. “Este projeto já foi mudado tantas vezes desde o seu primeiro esboço que  população já não sabe o que esperar. Atualmente há ruas cortadas, sentidos de trânsito alterados, buracos e tubos à mostra que tornam a Avenida num espaço propício a acidentes”, lamenta Abílio Luz.

A conclusão da empreitada estava agendada para o final deste ano, mas vai decorrer até abril de 2020, facto que a população teme interferir com a concretização do Carnaval. Ao REGIÃO DE CISTER, Hermínio Rodrigues, vereador responsável pelo pelouro das Obras Municipais e Ambiente da Câmara de Alcobaça, assegurou que a empreitada não irá afetar os festejos, “que estão mais do que assegurados”. “Tudo faremos para que a obra não cause grandes constrangimentos”, revelou o autarca, sublinhando ainda que “as condições meteorológicas não têm ajudado ao concretizar da empreitada”. “O mau tempo obrigou à interrupção temporária dos trabalhos, mas estamos todos a trabalhar no sentido de despachar a obra e terminar com os constrangimentos”, conclui, apelando à paciência da população e apresentado “desculpas pelos constrangimentos causados”.

A empreitada de requalificação da Avenida Santa Isabel configura um investimento de 1 milhão de euros. O projeto prevê a manutenção do eixo da EN-242, desde a rotunda da fonte luminosa até à futura rotunda oval, estando definida a criação de mais zonas de estacionamento ao longo de uma avenida que aguarda há décadas por uma intervenção de fundo.