Ori-btt: Uma família de ouro nas competições nacionais

A generalidade das famílias junta-se em casa ao fim de semana para conviverem e “matarem” saudades, mas a família Marques, de Turquel, costuma aproveitar os dias de sábado e domingo para se reunir à volta de uma mesa de campismo, frequentemente entre locais de prova de orientação. 

Este dia 20, a família (Clube de Orientação do Centro/PMS Alumínios PVC) juntou-se na Figueira da Foz para o campeonato nacional de ori-btt, na vertente de sprint, e conquistou quatro títulos de campeões nacionais. 

Daniel Marques foi campeão nacional de elites, David Marques venceu o título no escalão H13 e Luísa Marques e Inácio Serralheiro triunfaram nos escalões D60 e H60, respetivamente. Daniel Marques foi o porta-voz da família turquelense e explica ao REGIÃO DE CISTER que a família se costuma reunir nas competições. 

“Como gostamos de caravanismo, costumamos ir para as provas nas nossas autocaravanas e é no recinto das competições que muitas vezes acabamos por nos encontrar ao fim de semana”, conta o turquelense, revelando que foi a primeira vez que a família somou quatro títulos nacionais nos mesmos dias de prova. 

A orientação é um “amor de família” e Daniel Marques é o mais consagrado. Mas, a mãe, Luísa Marques, e o tio, Inácio Serralheiro, já têm muita experiência nas provas, assim como o pai, Pedro Serralheiro, o irmão, Guilherme Marques, e o filho, David Marques. O menino, de 10 anos, deixou até o futebol do Beneditense para se dedicar à modalidade. 

“Este é o tipo de modalidade que permite a participação em família”, ressalva ainda o atleta, explicando que a existência de escalões permite uma exigência adequada à condição física de cada um. 

E se dúvidas há quanto ao futuro da família nas competições de orientação, o pequeno Pedro Marques já está a trabalhar para a sucessão na modalidade.

Com apenas 4 anos, o menino acompanha a família a todas as provas e já mostra habilidade para a modalidade. “Está sempre a querer competir e até já anda de bicicleta, mas como ainda não tem idade suficiente para participar está só a aprender”, nota o pai, Daniel Marques. Se sair aos “seus”, não se espera menos do que muitos títulos.

No próximo mês, realiza-se o campeonato nacional de distância média, em Barcelos, e também o campeonato nacional de distância longa, em Abrantes. A família Marques, sem surpresas, voltará a juntar-se para mais uma “reunião familiar”. 

A julgar pelos resultados obtidos em Figueira da Foz, adivinham-se mais títulos...em família.