Projetado hotel de 3 estrelas no centro histórico de Alcobaça

A Câmara de Alcobaça aprovou o projeto de arquitetura de um hotel de três estrelas no centro histórico da cidade, estudando ainda a possibilidade de concessionar uma área do castelo, que poderá vir a receber um restaurante.

“Foi apresentado um projeto de um hotel de 3 estrelas mas com tipologia de 5, ou seja, é um 3 estrelas mas muito automatizado, com bastantes serviços, e bem dentro da cidade”, adiantou o presidente da Câmara de Alcobaça ao REGIÃO DE CISTER. Com 30 quartos e uma piscina no terraço, o empreendimento deverá nascer na Rua Miguel Bombarda, “no topo da Travessa da Cadeia [Rua Dom Maur Cocheril]”. 

Paulo Inácio garantiu que um grupo económico de Lisboa quer investir em Alcobaça, tendo em conta os projetos turísticos em curso, como o Parque Verde, o hotel de luxo no Mosteiro e o projeto de mobilidade do Rio Alcoa. Para já, ainda não é conhecido o investimento associado ao projeto, nem os prazos associados ao novo empreendimento turístico.

A par deste novo projeto, há também uma intenção em concessionar o espaço do castelo, que é propriedade do município. “É uma ideia que estamos a trabalhar, mas que poderá passar por constituir um júri transversal e independente, em que se inclui a DGPC, para selecionar o melhor projeto de recuperação e instalação de algumas valências no castelo. Não precisamos de definir esse objeto de A a Z, mas podemos dar alguns parâmetros de objeto, que poderão passar por um restaurante de referência ou uma galeria de arte”, adiantou o chefe do executivo municipal. 

“Se tivermos privados interessados, e julgo que existem, temos de trabalhar nessa concessão”, nota Paulo Inácio. “Não posso, não devo, nem quero adiantar muitas novidades, mas o assunto está a ser refletido e pode ser otimizado com um bom júri a concessionar a melhor ideia”, conclui.