Tribunal dá luz verde ao Centro de Saúde da Nazaré

Depois de uma espera de mais de três décadas, o caminho está finalmente livre para que o novo Centro de Saúde da Nazaré seja uma realidade. O visto prévio do Tribunal de Contas foi comunicado esta semana à autarquia, sendo este o último passo que faltava para o avançar da obra, muito aguardada pelos nazarenos.

“É um passo enorme na concretização da construção do novo centro de saúde, enquanto elemento de qualificação dos cuidados primários de saúde de um concelho com forte vocação turística”, frisou o presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, para quem “o futuro Centro de Saúde responderá, de forma adequada, às necessidades atuais e futuras da população, através da melhoria da oferta existente, promovendo o desenvolvimento sustentável, o reforço da acessibilidade, a equidade e a coesão social”.

À autarquia caberá o lançamento da empreitada, a demolição do edifício atual, a execução dos arruamentos, estacionamento e das infraestruturas (águas, saneamento, eletricidade, comunicações) e os arranjos exteriores ao edifício.

O novo edifício, que será construído no local onde funciona um pré-fabricado provisório desde a década de 1980 e que será agora demolido pela autarquia, está avaliado num investimento de 1,1 milhões de euros, comparticipado em cerca de 950 mil euros por fundos comunitários. 

Até à abertura da nova unidade de saúde, os cuidados de saúde primários serão prestados nas Urgências do Hospital e na antiga Casa das Irmãs da Confraria de Nossa Senhora da Nazaré, espaços que já estão a ser alvo de obras de adaptação. O edifício onde ficará instalada o novo Centro de Saúde será cedido à ARSLVT por 40 anos. O prazo da execução da obra é de 10 meses.