Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Atletismo: Paulo Carreira é detentor do legado mais antigo da ADAL

Data:

Partilhar artigo:

Fez 25 anos este domingo que Paulo Carreira (Ótica 2001) bateu o recorde pessoal na prova de 3.000 obstáculos (8m50s), nas “Noites Quentes da Maia”

Fez 25 anos este domingo que Paulo Carreira (Ótica 2001) bateu o recorde pessoal na prova de 3.000 obstáculos (8m50s), nas “Noites Quentes da Maia”. Com esta marca, o alcobacense bateu o recorde distrital, que já lhe pertencia desde 1992, sendo o detentor do legado mais antigo da Associação Distrital de Atletismo de Leiria (ADAL), com 28 anos.

“Houve três séries de 3.000 obstáculos e corri na última série, onde estavam os atletas com melhor marca. A prova começou à meia-noite e tinha como objetivo superar a marca pessoal (8m58s)”, explica Paulo Carreira ao REGIÃO DE CISTER, tendo terminado a prova no 3.º lugar.

“Naquele dia senti que poderia superar a marca de acesso ao estatuto de Atleta de Alta Competição (8m55s). O treinador Vítor Zabumba e o meu colega Carlos Santos, recordista dos 1.500 e 5.000, diziam que estava em grande forma e o horário da prova favorecia-me, pois era à noite e a temperatura estava ótima”, recorda. “Durante o aquecimento os meus adversários portugueses disseram que iam lançar a prova para passar o primeiro km em 2m50s e para ir com eles. No final, olhei para a bancada e vi os colegas e treinador a festejarem e a acenarem com os polegares”, sublinha o alcobacense.

“Senti que tinha alcançado o meu sonho e que iria cumprir outro, ser um dia professor de Educação Física e trabalhar com crianças e jovens, procurando motivar e ajudar a cumprir os seus sonhos e objetivos”.

A marca pessoal obtida a Norte de Portugal garantiu o acesso ao ensino superior, no qual viria a licenciar-se em Educação Física, chamando também a atenção dos grandes clubes nacionais. “Quando alcançei o recorde fui convidado para representar o Sporting, no entanto, o clube queria que fosse treinar e estudar para Lisboa e optei por rejeitar porque tinha o sonho de estudar em Coimbra e de representar o Benfica”, confessa o professor, que chegaria mesmo a atingir o objetivo.

“Nunca esquecerei o dia da apresentação no Estádio da Luz. O Benfica apresentou as equipas de atletismo e ciclismo no meio de 30 mil adeptos que assistiam ao jogo entre Benfica e Académica, e em que na bancada estava a minha mulher e a minha sogra”, relembra.

O alcobacense começou a carreira na URBA, passando depois pela Óptica 2001, Bairro dos Anjos, Benfica, J. Vidigalense, Ginásio e Vieirense, contando com 12 títulos distritais em 1.500, 3.000, 3.000 obstáculos, 10.000, 4x400m e Corta-Mato, aos quais soma ainda a medalha de bronze no torneio ibérico-americano que se realizou em Zamora (Espanha). No entanto, na memória fica a sensação de uma carreira no atletismo terminada precocemente. 

“Abandonei a minha carreira como atleta aos 25 anos quando estava na curva ascendente e sinto que poderia ter alcançado marcas fabulosas”, destaca o professor de 48 anos, que optou por dedicar mais tempo à família e à profissão. “Não me arrependo, mas o bichinho da competição existe sempre”, completa o docente (AE de Cister) que apesar de não competir a nível federado preparava-se para celebrar os 25 anos do recorde com o campeonato do Mundo de veteranos que estava marcado para março.

Filha é uma das melhores no peso a nível nacional

Diz a sabedoria popular que “filho de peixe sabe nadar”. Paulo Carreira é pai de Inês Carreira (J. Vidigalense), uma das jovens que mais tem arrecadado medalhas para o distrito. “Pelo currículo nacional e internacional que apresenta a Inês já me supera largamente e é uma satisfação imensa, pois como ela dizia desde pequena gostava de ser uma atleta como o pai”, brinca o docente.

A jovem está na vice-liderança do ranking nacional no escalão de esperanças (sub-23) no lançamento do peso e na curta carreira já conquistou 7 títulos nacionais, foi por seis vezes campeã nacional do Desporto Escolar e é detentora do recorde nacional do  peso no Desporto Escolar, assim como do recorde distrital de infantis.

 

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!