Domingo, Julho 3, 2022
Domingo, Julho 3, 2022

UFAV “estampa” medidas de proteção no chão com graffiti

Data:

Partilhar artigo:

Com vista a promover um regresso à normalidade possível, com responsabilidade e segurança, a União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria (UFAV) convidou a artista plástica Natacha Costa Pereira para “grafitar” mensagens de sensibilização referentes à pandemia de Covid-19 no chão de várias ruas de Alcobaça e da Vestiaria.

Com vista a promover um regresso à normalidade possível, com responsabilidade e segurança, a União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria (UFAV) convidou a artista plástica Natacha Costa Pereira para “grafitar” mensagens de sensibilização referentes à pandemia de Covid-19 no chão de várias ruas de Alcobaça e da Vestiaria.

“A máscara fica-lhe tão bem, use sempre que recomendado” e “Em desconfinamento, mais que nunca, é tempo de confiar na nossa comunidade” são algumas das mensagens que se podem ler no âmbito do projeto. “A iniciativa consiste na divulgação de mensagens de sensibilização para o cumprimento das medidas decretadas pela Direção-Geral de Saúde, mas também de reforço à união e confiança entre a comunidade”, revela a presidente da UFAV ao REGIÃO DE CISTER.Segundo Isabel Fonseca, a mensagem é transmitida de uma forma “direta e criativa”, através da arte urbana, que tem sido um registo no qual a Junta tem vindo a apostar. “Creio que através deste tipo de comunicação está a ser dado um bom nome ao graffiti. A Natacha foi convidada a participar no projeto uma vez que é uma talentosa artista alcobacense com uma visão única”, elogia.

No total, foram “grafitadas” 15 mensagens: dez nos locais com maior fluxo populacional em Alcobaça e cinco na entrada da Vestiaria. “Acredito que esta abordagem artística vai cativar mais os fregueses. É preciso transformar o medo em responsabilidade e veicular com normalidade estes comportamentos que agora fazem parte do nosso dia a dia”, acrescenta. 

Natacha Costa Pereira, a responsável pela “execução artística” do projeto, recebeu com agrado o convite da UFAV.  “Acredito que se cada um der um pequeno contributo o desafio de enfrentar esta pandemia será menor. A arte é um importante veículo para transmitir mensagens e com este projeto estamos a reforçar bons comportamentos sem recurso à sinalética já banal”, nota a alcobacense.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Duas empresas de Alcobaça distinguidas como “Gazela 2021”

A construtora A.B. Inácio, LDA, sediada na Benedita, e a fabricante HC - Caixilharia LDA, localizada na Cela...

Aluno da Escola D. Pedro I conquistou 1.º prémio nas Olimpíadas da Cultura Clássica

António Maria Jorge, aluno da Escola Básica 2,3 D. Pedro I de Alcobaça, ganhou o 1.º prémio nas...

Futsal: Uma década de “ouro” coroada com o 25.º título

O Sporting revalidou o título nacional, no passado sábado, depois de vencer o Benfica (4-3) no terceiro jogo...

Vai uma “jogatana” de padel?

Pode parecer estranho, mas esta história sobre o padel começa a ser contada por um treinador de... futsal....

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!