Quarta-feira, Julho 6, 2022
Quarta-feira, Julho 6, 2022

Covid e Necrofagia

Data:

Partilhar artigo:

Os animais necrófagos vivem do que não vive. Às vezes, podem ser mistos, alimentando-se também do que caçam. Mas, sendo o seu core business a “alimentação oportunística”, gostam sobretudo do que os outros predadores deixam. Ou do que apodrece.

Por estes dias difíceis, em que a pandemia ataca, em todas as latitudes e em todas as culturas, os necrófagos estão particularmente vigilantes, farejando tudo o que possa ser aproveitado, tudo o que possa ser divulgado para insegurança de todos os outros. Indagam e, quando nada lhes entra pelas narinas, ficam furiosos e garantem que alguma coisa está a ser ocultada. E, quando lhes pedimos que nos digam nomes, retorquem que “sabem de fonte segura”, que já viram “nas redes sociais” e, quiçá, até nos jornais.

O mal que estes necrófagos fazem é incalculável, porque ninguém gosta de os ter no encalço. Mesmo que não matem ninguém mais forte do que eles (como o corvo, as rémoras ou os ouriços…), sempre é preciso estar atento: se algo não respira ou não reage, começa o festim. Há outros, porém (como a hiena, o chacal ou o coite) que não ficam à espera e investem, mesmo na falta de oposição da vítima, porque também gostam do sabor a fresco.

Estes novos necrófagos – que se alimentam de escândalos e vivem para um minuto de glória na TV – têm relações estranhas com a imprensa. Embora quase nada leiam, para além de “A Bola “e do “Correio da Manhã”, que encontram, de graça, nas mesas do café, estão sempre a dizer que vão chamar a imprensa, sobretudo a televisão. 

No entanto, os tempos são o que são. Há casos de Covid entre nós, é claro. Há uma turma em casa? Também. Temos cerca de 50 incidências registadas. A maioria, porém, são meras suspeitas, possibilidades. Neste momento, temos 4 casos ativos. É muito ou é pouco? É o que há. Sem ocultamentos.

 

Artigo publicado na edição de 19 de outubro

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Futebol: Ginásio fica pelas meias-finais no Inatel

O Ginásio caiu nas meias-finais do taça nacional da Fundação Inatel. Os azuis soçobraram na deslocação ao reduto...

Colisão entre motociclo e veículo ligeiro provoca um morto na Nazaré

Um homem, de nacionalidade inglesa, morreu esta segunda-feira na Nazaré, na sequência de uma colisão entre um motociclo...

Uma “tasca” em alta rotação movida a gasolina e… caracol

Costuma dizer-se que quem anda à velocidade do caracol não chega propriamente rápido ao destino. Mas, por paradoxal...

Jovem detido por furto a residência em São Martinho do Porto

Um jovem de 25 anos foi detido, no dia 29 de junho, por furto em interior de residência...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!