Sexta-feira, Setembro 30, 2022
Sexta-feira, Setembro 30, 2022

Modo de sobrevivência

Data:

Partilhar artigo:

Reconheça o “stress”, conecte-se a si mesmo e peça ajuda

Todos nós passamos por momentos na vida em que questionamos o que queremos e quem somos; porém, lamentavelmente, estas questões ficam muitas vezes sem resposta. Quando isto acontece a exaustão e frustração apoderam-se, e o que era apenas um “momento” transforma-se em dias, semanas ou meses. Se isto acontece consigo, deixe-me dizer-lhe que as hipóteses de estar a viver em “modo de sobrevivência” são mais que muitas.

É o chamado “piloto automático” no qual apenas se gasta energia no essencial à sobrevivência. Embora pareça aparentemente inofensivo viver deste modo pois parece existir alguma produtividade reminiscente ao modus operandi “do fazer o que tem de ser feito e pronto”, a verdade é que pode ser perigoso viver no “modo de sobrevivência”. O nosso corpo está preparado para libertar hormonas como o cortisol ou adrenalina em situações pontuais para nos “livrar de potenciais perigos”, contudo, devido aos níveis de stress a que estamos expostos na atualidade, o corpo ativa continuamente estas hormonas para conseguir continuar a “lidar com os perigos”, e isso, a longo prazo , debilita a saúde emocional e física porque aumenta a ansiedade e o risco de doenças cardíacas, causa problemas digestivos e comprometimentos a nível cognitivo.

Alguns dos sintomas deste “modo” são a fadiga ou falta de foco; o ser super reativo; tomar decisões por impulso; esquecer as necessidades básicas e nunca ter tempo para si; problemas de memória, falta de motivação e ansiedade constante ou sistema imunitário sempre em baixo. A boa notícia é que pode fazer algo para inverter este padrão. Reconheça o “stress”, conecte-se a si mesmo e peça ajuda. Admita o que quer realmente e não se deixe vencer por crenças limitantes. Perdoe-se. Não existe perfeição, apenas evolução. Avalie-se e aprenda com o processo. Retire lições dos erros. Descubra o que tem de mudar, coloque novas questões e faça um novo plano; dê a si mesmo tempo para descobrir as respostas e trace um novo caminho para uma vida mais saudável e feliz. Aproveite o verão e as férias e comece já hoje. Você merece viver e não apenas “sobreviver”!

AD Footer
Artigo anteriorTic-tac, Tic-tac
Próximo artigoRecomeços
spot_img

Artigos Relacionados

Nove bombeiros da região participaram na prova “Escadórios da Humanidade”

Nove bombeiros das corporações da região participaram na prova “Escadórios da Humanidade”, realizada  este dia 24, no Bom...

Alunos da Nazaré participam em ação internacional de limpeza costeira

Alunos do 1.º ciclo participaram nas ações de limpeza costeira que decorreram na Praia do Norte e na...

Futebol: Leandro Santos chega aos 200 jogos na Honra

O jogo entre Ginásio e Mirense, agendado para o próximo domingo (15 horas), no Municipal de Alcobaça, vai...

Triatlo: Raquel Rocha arrecada bronze no Europeu de Bilbau

Raquel Rocha (Clube de Natação e Triatlo de Lisboa) esteve em plano de evidência ao conquistar a medalha...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!