Domingo, Setembro 25, 2022
Domingo, Setembro 25, 2022

Alemão e grego dinamizam projeto com objetos de praia em Alcobaça

Data:

Partilhar artigo:

“Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se tranforma”. A célebre frase de Antoine Lavoisier pode perfeitamente adaptar-se a Mike e Yannis. Os dois amigos são proprietários de um espaço em Alcobaça que, na grande maioria, comporta peças e utilidades feitas à mão e/ou transformadas no Atelier Copo-da-Praia.

Este conteúdo é apenas para assinantes

Por favor, assine ou entre na sua conta para desbloquear este conteúdo.

Foi no número 12 da Rua Dr. José Nascimento e Sousa, no centro histórico de Alcobaça, que Mike, natural de Dusseldorf (Alemanha) e Yannis, natural da Ilha de Kos (Grécia), decidiram instalar-se há pouco mais de três meses, para desenvolverem a ideia que tiveram e o trabalho que realizam.

Conheceram-se na Alemanha, há cerca de três anos. A amizade fortaleceu-se e o facto de Mike já ter estado na Nazaré, “há muitos anos, talvez uns 15 ou 16”, foi o ponto de partida para que os dois amigos viessem de férias à vila piscatória e para que Yannis ficasse… apaixonado.

Uma vez que o grego trabalhava como artista no país de origem, dedicando-se a obras plásticas e moldes, entre outras especificidades, Mike lançou-lhe o desafio: “E que tal se avançássemos com um projeto de recolha de objetos nas praias e, depois de trabalhados com mestria manual, os vendêssemos?” A ideia agradou a Yannis e o projeto começou a ter pernas para andar. Até que, numa das muitas visitas que fizeram durante o período de férias (Leiria, Porto de Mós, São Martinho do Porto, entre outros locais da região), descobriram a tal loja no centro histórico de Alcobaça e Yannis não teve dúvidas: “Este é o sítio ideal para abrirmos o nosso projeto e darmos asas à imaginação.”

O sonho transformou-se em realidade e, no passado mês de maio, o espaço abriu ao público. A reação, em pouco mais de três meses, não podia ser melhor. “Estamos a adorar. Tem corrido tudo super bem, o negócio está a ter bastante sucesso. As pessoas de Alcobaça são adoráveis, sendo que também temos muitos clientes de outras cidades, inclusivamente estrangeiros, que aproveitam para comprar presentes para oferecer a familiares e amigos”, conta Mike, visivelmente satisfeito com a aposta.

Sentimento similar ao que tem Yannis: “Todas as peças que vendemos têm um toque especial, são trabalhadas no nosso ateliê e, como tal, são bastante apreciadas pelos clientes que nos visitam.”
Entre uma baleia feita de metal com acabamento enferrujado, um peixe feito de troncos das praias da região ou um cardume de peixes feito de madeira… entrando na loja, é só escolher e, a partir daí, tem a casa praticamente… “decorada”.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Abertos centros de vacinação à covid-19 e gripe em Alcobaça, Nazaré e Porto de Mós

Já estão a funcionar os centros de vacinação à covid-19 e à gripe sazonal nos concelhos de Alcobaça,...

Na Drogaria Ribeiro, o cliente está sempre em primeiro lugar

O facto de o pai ser pintor e de, desde cedo, apreciar essa arte, levou António Ribeiro, alguns...

“Passeio Sénior 2022” levou centena de idosos à Feira de São Mateus

A iniciativa “Passeio Sénior 2022”, promovida pela União das Freguesias de Alcobaça e Vestiaria (UFAV), levou, este dia...

OesteCim abre concurso para contratação de oito novos bombeiros sapadores

A Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCim), da qual fazem parte os municípios de Alcobaça e da Nazaré, abriu...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!