Casa Batel adoça paladar de palecos e nazarenos há 55 anos

As bolas de Berlim da Pastelaria Batel são únicas, mas a fama da pastelaria da Nazaré também se faz graças às sardinhas, aos “támares” e aos nazarenos, bolos que o casal Maria Manuela e Gama Lopes Coutinho começou a vender há 55 anos, quando marido e mulher, recém-casado, ficaram com o trespasse da fábrica de bolinhos da vila. 

 

Artigo exclusivo para os nossos assinantes
Faça-se assinante do único semanário dos concelhos de Alcobaça, Nazaré e Porto de Mós e ajude-nos a manter este serviço público.
Se já é assinante, entre com a sua conta