César Santos recorre da decisão do PS/Alcobaça

O vereador César Santos já reagiu à retirada da confiança política por parte da Comissão Política Concelhia de Alcobaça do PS, tendo garantido que não se demite e que irá recorrer para os órgãos do partido.

Em comunicado, o antigo líder da Concelhia assegura que completará o mandato na condição "em representação do Partido Socialista", lamentando ter tomado “conhecimento por e-mail” da decisão.

“Mostro o meu desagrado por não ter sido ouvido, sobretudo tendo eu pedido ao presidente da mesa para marcar rapidamente uma Comissão Política, para discutir a delegação de competências do governo central para as autarquias”, nota César Santos, explicando que foi “convocado para a dita reunião” da Comissão Política, mas que não pôde estar presente “devido a estar enquanto vereador num jantar de uma IPSS”.

O antigo líder da JS/Alcobaça observa, ainda, que por nunca ter sido “confrontado com qualquer questão política do Secretariado da Concelhia” e de não lhe ter “sido dado o direito à defesa” e por “existirem aparentes falhas estatutárias em tal decisão”, vai recorrer da retirada da confiança política para as “estruturas próprias do Partido” e manterá o lugar de vereador até que os órgãos regionais e nacionais lhe deem “indicações em contrário.”

No concelho de Alcobaça não há memória de uma decisão deste género envolvendo eleitos para o executivo municipal.