Culto da Senhora da Nazaré candidatado a património mundial

A Câmara da Nazaré anunciou, este sábado, que pretende formalizar uma proposta de classificação do culto de Nossa Senhora da Nazaré a património da Unesco.

A autarquia está a reunir esforços "há alguns meses" com a Paróquia de Nossa Senhora das Areias da Pederneira e a Confraria de Nossa Senhora da Nazaré.

Nesse sentido, uma comitiva composta por peregrinos da Nazaré, composto pelo padre Paolo Lagatta, Reitor do Santuário da Nazaré, o presidente da Câmara , Walter Chicharro, o presidente da Confraria da Nazaré, Nuno Batalha, entre outros membros da paróquia, será recebido pelo Papa Francisco a 14 de novembro, durante a Audiência Geral que se realizará no Vaticano.

Será entregue ao Santo Padre a pretensão de candidatar o Culto e a Devoção ao Milagre da Nossa Senhora da Nazaré a Património Cultural Imaterial da Humanidade, da UNESCO, uma iniciativa do presidente da Câmara e que visa "fortalecer a história milenar de construção de uma fé e de um lugar, uma história e uma fé feita de peregrinações que preenchem séculos e cimentam a nossa identidade Cristã", além de "promover a salvaguarda de uma importante herança comum e universal, para que não se perca e seja garantida a sua continuidade, através dos caminhos da fé".

Para além da carta de candidatura a património mundial, serão levadas a Roma "três imagens de Nossa Senhora da Nazaré para a sua bênção, uma das quais de oferta da Câmara Municipal ao Santo Padre".