Câmara de Alcobaça promete heliporto na cidade

A corporação dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça pode ser a primeira do distrito a contar com um heliporto afeto ao quartel, segundo uma promessa feita pelo presidente da Câmara.

Em declarações ao REGIÃO DE CISTER, Paulo Inácio confirmou o projeto e adiantou que a autarquia está a “estudar a sua concretização a médio prazo”. Ainda que não haja um orçamento definido, o chefe do executivo municipal garante que “não será um investimento muito avultado”. 

O heliporto vai ser construído nos terrenos municipais junto ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça. Os terrenos terão de ser “cedidos” à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Alcobaça e só depois é que poderá começar a obra, refere o autarca.

Atualmente, os meios aéreos têm “muitas dificuldades em aterrar em Alcobaça”, começa por explicar, Pedro Pombo. “O material sintético do relvado do Estádio Municipal complicam a aterragem naquele espaço e os terrenos junto ao quartel são muito irregulares”, lamenta o presidente da Direção da instituição. Pedro Pombo estima que, anualmente, aterrem em média quatro helicópteros na cidade para dar resposta a emergências médicas. No entanto, o presidente dos Bombeiros Voluntários de Alcobaça considera que “se houvesse condições os helicópteros poderiam aterrar muito mais vezes na cidade”. 

O presidente da Câmara de Alcobaça aproveitou, ainda, a cerimónia das comemorações do aniversário dos bombeiros para assumir publicamente o compromisso de instalar um gabinete de crise do Serviço Municipal de Proteção Civil no quartel da corporação alcobacense.