Obra de Joaquim Vieira Natividade vai estar em exposição

No mês de junho, a Estação Nacional de Fruticultura de Vieira Natividade apresenta uma exposição dedicada a Joaquim Vieira Natividade. Uma mostra que contempla três facetas deste alcobacense: o homem, o cientista e o intelectual. O anúncio foi feito na manhã desta segunda-feira, por Alberto Guerreiro, museólogo na Câmara de Alcobaça, no Museu do Vinho.

Além de uma surpresa, que pelo seu valor só vai estar exposta no dia da inauguração, que se prevê que seja no dia 12 do próximo mês, vão estar, entre outras curiosidades, desenhos técnicos de Joaquim Vieira Natividade produzidos a partir das suas visualizações microscópicas. Material usado durante as investigações, fotografias, manuscritos e diários são outros dos objetos e documentos que podem ser apreciados na Estação Vieira Natividade, na Rua de Leiria.

Inicialmente, como explicou Alberto Guerreiro, a mostra deveria ficar patente apenas durante um mês, mas o interesse em mostrar este “valioso património aos alunos do concelho de Alcobaça” prolongou a exposição até aos meses de setembro ou de outubro.

Além das peças do engenheiro silvicultor, vão estar em destaque três tapeçarias da sua mulher, Irene Sá Vieira Natividade.

Em paralelo, no Museu do Vinho a discípula de Irene Natividade, Júlia Ramalho, exibe os seus trabalhos em tapeçaria.