Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023
Quinta-feira, Fevereiro 2, 2023

Ler para ver melhor

Data:

Partilhar artigo:

Parece que os jornais em papel são cada vez menos lidos. E basta passear numa praia para verificar que há muita gente de telemóvel na mão e muito pouca com um livro sobre a toalha.

Susana Santos

“E quando agora levantar os olhos deste livro, nada será estranho, tudo grande.” Este verso de Rainer Maria Rilke traduz tão bem a importância da leitura, que, depois dele, tenho dificuldade em acrescentar o que seja. Mas é preciso insistir. É mesmo uma questão de responsabilidade social, persistir na necessidade da leitura.

Nesta magnífica edição do RC Júnior dedicada aos mais novos, somos por eles interpelados e, ao mesmo tempo, impelidos a pensar sobre a forma como comunicam, como reconhecem o mundo, como o apreendem e, consequentemente, como informam as suas opiniões. Parece que os jornais em papel são cada vez menos lidos. E basta passear numa praia para verificar que há muita gente de telemóvel na mão e muito pouca com um livro sobre a toalha.

Dir-me-ão que no telemóvel também se lê, também recolhemos informação, também se abrem janelas para o mundo. Não desminto. Não desminto, nem deixo de me interrogar sobre a espessura, a grandeza dos horizontes que por ali se abrem. Reflectir sobre o que seja a partir desse pequeno e frenético objecto é, estou em crer, o mesmo que meditar numa paisagem a partir de um comboio em movimento. Uma coisa é imergir na natureza e respirá-la, outra bem diferente é vê-la passar por nós sem a podermos tocar, sem lhe reconhecermos os contornos, as subtilezas. Ou seja, sem podermos, realmente perceber todos os seus contrastes.

Região de Cister - Assine Já!

Não, não acredito em reflexões relâmpago, nem em conclusões imediatas, nem em alertas informativos. Para que o mundo não seja um lugar estranho, para que não nos seja cada vez mais estranho, temos o dever de o procurar conhecer e, ao mesmo tempo, de o dar a conhecer aos mais jovens. E para que isso aconteça, só o exemplo me parece uma ferramenta útil.

Porque quando levantarmos os olhos de uma leitura que nos inspire ou mesmo nos faça doer, tudo nos parecerá um pouco maior.

AD Footer

Artigos Relacionados

Associação de Monte de Boi tem um presidente… “ator”

É natural de Setúbal, mas ainda não tinha 1 ano de idade quando se mudou para o concelho...

Leiriense valoriza Chita de Alcobaça em marca de vestuário sustentável

A leiriense Inês Fonseca lançou recentemente uma marca de vestuário sustentável, a que deu o nome de Pandã,...

18 empresas da região distinguidas nos Wedding Awards 2023

A região viu 18 empresas serem reconhecidas, num total de seis categorias, na 10.ª edição dos Wedding Awards...

Hóquei: HC Turquel vence dérbi da região com Xavi(s) d’ouro

Vencer o dérbi diante da Biblioteca (7-5) já é bom, garantir a continuidade na liderança da Zona Sul...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!