Sexta-feira, Setembro 30, 2022
Sexta-feira, Setembro 30, 2022

Ler para ver melhor

Data:

Partilhar artigo:

Parece que os jornais em papel são cada vez menos lidos. E basta passear numa praia para verificar que há muita gente de telemóvel na mão e muito pouca com um livro sobre a toalha.

Susana Santos

“E quando agora levantar os olhos deste livro, nada será estranho, tudo grande.” Este verso de Rainer Maria Rilke traduz tão bem a importância da leitura, que, depois dele, tenho dificuldade em acrescentar o que seja. Mas é preciso insistir. É mesmo uma questão de responsabilidade social, persistir na necessidade da leitura.

Nesta magnífica edição do RC Júnior dedicada aos mais novos, somos por eles interpelados e, ao mesmo tempo, impelidos a pensar sobre a forma como comunicam, como reconhecem o mundo, como o apreendem e, consequentemente, como informam as suas opiniões. Parece que os jornais em papel são cada vez menos lidos. E basta passear numa praia para verificar que há muita gente de telemóvel na mão e muito pouca com um livro sobre a toalha.

Dir-me-ão que no telemóvel também se lê, também recolhemos informação, também se abrem janelas para o mundo. Não desminto. Não desminto, nem deixo de me interrogar sobre a espessura, a grandeza dos horizontes que por ali se abrem. Reflectir sobre o que seja a partir desse pequeno e frenético objecto é, estou em crer, o mesmo que meditar numa paisagem a partir de um comboio em movimento. Uma coisa é imergir na natureza e respirá-la, outra bem diferente é vê-la passar por nós sem a podermos tocar, sem lhe reconhecermos os contornos, as subtilezas. Ou seja, sem podermos, realmente perceber todos os seus contrastes.

Não, não acredito em reflexões relâmpago, nem em conclusões imediatas, nem em alertas informativos. Para que o mundo não seja um lugar estranho, para que não nos seja cada vez mais estranho, temos o dever de o procurar conhecer e, ao mesmo tempo, de o dar a conhecer aos mais jovens. E para que isso aconteça, só o exemplo me parece uma ferramenta útil.

Porque quando levantarmos os olhos de uma leitura que nos inspire ou mesmo nos faça doer, tudo nos parecerá um pouco maior.

AD Footer
spot_img

Artigos Relacionados

Nove bombeiros da região participaram na prova “Escadórios da Humanidade”

Nove bombeiros das corporações da região participaram na prova “Escadórios da Humanidade”, realizada  este dia 24, no Bom...

Alunos da Nazaré participam em ação internacional de limpeza costeira

Alunos do 1.º ciclo participaram nas ações de limpeza costeira que decorreram na Praia do Norte e na...

Futebol: Leandro Santos chega aos 200 jogos na Honra

O jogo entre Ginásio e Mirense, agendado para o próximo domingo (15 horas), no Municipal de Alcobaça, vai...

Triatlo: Raquel Rocha arrecada bronze no Europeu de Bilbau

Raquel Rocha (Clube de Natação e Triatlo de Lisboa) esteve em plano de evidência ao conquistar a medalha...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!