Terça-feira, Maio 21, 2024
Terça-feira, Maio 21, 2024

O chão que pisamos

Data:

Partilhar artigo:

Já aqui o disse muitas vezes, somos uma terra incrível, tanto que até o barro nos serve de sustento.

Susana Santos

Habitamos estas terras de Cister há tanto tempo! Tanto quanto a arte de moldar argila, que é quase tão velha como os humanos. Conhecem-se vestígios desde o paleolítico. Mas o termo Keramiké é uma herança grega, tal como a associação da pintura à loiça de barro, cujos maravilhosos vasos nos inspiram desde o século V a.c. Também os árabes acrescentaram matizes à arte de fazer a pasta cerâmica, e criaram novas variações e técnicas, possivelmente por influência chinesa, donde, aliás, recebemos grande parte do saber moldar e colorir. Mas é já no Séc. XVIII e graças ao magnífico impulso do Marquês de pombal, que a nossa cerâmica ganha identidade, seja com a loiça das Caldas, seja com a nossa, de Alcobaça.

A cerâmica que hoje conhecemos é resultado de muitas evoluções e é, a bem de todos, uma das indústrias mais sustentáveis e prósperas da nossa região. Já aqui o disse muitas vezes, somos uma terra incrível, tanto que até o barro nos serve de sustento. A nossa argila permite, entre outras, a produção da pasta de cerâmica branca, principal matéria-prima para a indústria que, graças às mãos hábeis dos operários, é permanentemente reinventada e tornada arte, e beleza, e referência de qualidade, tanto no nosso país, como em todo o mundo para onde se exportam tanto as peças utilitárias, como as decorativas. Hoje agradeço aos nossos empresários e trabalhadores da indústria da cerâmica por acreditarem no chão que pisamos e que é tão rico. Oxalá continuemos a extrair dele as melhores pastagens, a melhor madeira, os melhores frutos e legumes, a melhor pedra, enfim, o melhor barro. Saibamos valorizar esta terra e a arte de bem fazer, ora mantendo as tradições, ora inovando. porque, afinal, tudo se resume à criação de uma forma a partir de um bocado de chão, porque tudo o que fazemos está, como cantou Camões, primeiro, no nosso pensamento, depois “o vivo e puro amor de que sou feito, como matéria simples busca a forma”.

AD Footer
Artigo anterior
Próximo artigo

Artigos Relacionados

Futsal: CCRD Burinhosa faz história e vai lutar pelo título nacional de sub-19

A equipa de sub-19 do CCRD Burinhosa venceu o Benfica, por 5-4, no jogo da 'negra' das meias-finais,...

Hóquei: Alcobacense goleia o GC Odivelas e está de regresso à 2.ª Divisão Nacional

A Alcobacense comemorou o regresso à 2.ª Divisão Nacional, este sábado, depois de golear, à antiga, na receção...

Hóquei: André Luís é o escolhido para suceder a Guillem Pérez no comando do HC Turquel

O treinador André Luís será o substituto do catalão Guillem Pérez ao leme do HC Turquel, anunciou o...

Futebol: Tiago Ferreira nos eleitos finais para o Europeu

Tiago Ferreira (Sp. Braga) integrou a convocatória final, agora de apenas 20 jogadores, da Seleção Nacional para o...

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!