Comissão dá impulso à Associação das Carrascas

A nova Comissão de Festas da Associação das Carrascas tem dado provas de que pretende dinamizar a coletividade e voltar a envolver a comunidade em iniciativas e eventos. 

Depois do arranjo da câmara frigorífica pela anterior comissão, o objetivo agora passa por substituir o teto do salão e outras melhorias, tanto na capela, como no Salão Santo António. Para isso, o grupo já organizou dois almoços desde o início do ano. O último juntou 260 pessoas.

A nova “dinâmica” da Associação de Festas das Carrascas começou oficialmente este ano com a realização de diversas atividades. A ideia é que no segundo domingo de cada mês, com preços que variam entre os 10 e os 12 euros e com ementas tipicamente portuguesas, os almoços convívio reúnam a comunidade da região. O convívio prolonga-se pela tarde com animação musical, café da avó, filhoses e bar aberto ao público. “Felizmente a população tem reconhecido a pertinência da nova Comissão de Festas e dos eventos que temos vindo a dinamizar no salão”, afirma o presidente da Comissão de Festas, que assumiu funções em novembro do ano transato. “Aceitei o desafio movido pela vontade de contribuir de forma positiva para a nossa região”, confessa ao REGIÃO DE CISTER Daniel Silva, que conta com a ajuda dos membros da comissão e da comunidade. 

Com o dinheiro angariado em eventos, o grupo planeia realizar obras de requalificação no salão de festas, que é o principal cartão de visita da associação, fundada em 1975, por membros de diferentes povoações da freguesia da Cela. Era um terreno baldio e foi ali construída uma capela e só depois o salão.  De acordo com o dirigente, o objetivo do grupo tem por base três valores: “rigor, transparência e união”. “Queremos deixar claras todas as decisões que tomamos, primando pela divulgação de informação e transparência para com a comunidade que dedica tempo e fundos para esta instituição”, sublinha o enfermeiro de profissão ao REGIÃO DE CISTER. 

Outro dos projetos pensados pelo novo grupo é a possibilidade de os peregrinos pernoitarem e receberem apoio dos bombeiros nas instalações da Associação das Carrascas.

Além disso, a comissão quer futuramente prestar apoio social às famílias mais desfavorecidas na freguesia da Cela através da realização de eventos de cariz social, tendo em vista a obtenção de bens de saúde e outros, sempre que assim seja possível.“Queremos retribuir a dedicação da comunidade, que foi a responsável pela criação deste projeto”, ressalva o presidente da Comissão de Festas. 

Daniel Silva descreve esta associação como uma “associação de todos”. “Todos são bem-vindos a participar nas nossas atividades. Foi uma associação criada por todos e é para todos que trabalhamos”, conclui.