A Steakhouse na Ribafria onde se "come" peixe e pratos vegan

A carne continua a ser rainha no Come (do verbo vir, em inglês). Mas, os amantes de peixe e vegetarianos têm agora também lugar garantido nas mesas da steakhouse, localizada na Ribafria, na Benedita.

Após um ano de portas abertas, com a faca afiada na carne, o chef Rui Leandro e a empresária Sónia Rosário arriscaram ao criar e apresentar uma carta diversificada, de forma a “não excluir ninguém”. Com três sugestões de pratos vegetarianos e três de peixe, será agora possível pedir um “polvo grelhado acompanhado com batata doce e molho avinagrado” ou um prato vegetariano composto por “beterraba, mouse de queijo,  citrinos, ovo, batata, trufa e cogumelos”. Para os “carnívoros”, o chef, que também é cozinheiro num dos melhores restaurantes de Budapeste, sugere um “costeletão maturado em 45 dias, acompanhado com arroz, feijão, esparregado e batata frita”.

Sem relógio e nem sequer televisão, o espaço está pensado “para uma refeição de qualidade e uma experiência diferente”, sublinha Sónia Rosário, também proprietária da churrasqueira “Olhó Frango Assado”, localizada a paredes meias com o Come. Os menus de almoço, de quarta-feira a domingo, são também novidade, mantendo-se os jantares às sextas e sábados.

A ideia de reecriar uma quinta na sala de refeições parece ter resultado: o letreiro está marcado em cunho, “conforme os animais no pasto”, explica a proprietária da steakhouse, sublinhando a combinação do requinte e rústico na decoração.

O ex-aluno da Escola Profissional da Nazaré privilegia os produtos e os fornecedores locais, não prescindindo dos melhores equipamentos, como é o caso do frigorífico dry ager. “Sei que é tudo escolhido a dedo e por isso corro tudo à procura de um ingrediente”, confessa Sónia Rosário, sabendo que o pormenor faz a diferença.