Ao sabor da maré

Liberte-se do Ego

Autoconhecimento e autorrotulagem são a mesma coisa? Algumas pessoas confundem os conceitos; mas, na verdade, são bem diferentes. O autoconhecimento ajuda a enfrentar os desafios do quotidiano. A autorrotulagem é “algo” que não ajuda em nada as nossas vidas. Principalmente quando os rótulos que colocamos a nós mesmos advêm da autoimagem e nos transformam em “personagens” de EGO que nos aprisionam.

É necessário trabalhar o desapego da autoimagem uma vez que esta, muitas vezes, só existe ao nível das ideias. É importante ter autoconhecimento para discernir e perceber se estamos aprisionados à ideia do que “somos”, ou se efetivamente o “somos”. Este flagelo, hoje em dia, é altamente potenciado pelas redes sociais, por isso, esteja atento (a).  Quando entendemos a diferença, verificamos que temos de nos libertar. Sair desse universo das “ideias” e começar a construir a nossa real versão através de ações diárias e não de ideias... e sem os tais rótulos. Que rótulos coloca a si mesmo(a); já se questionou? Importa estarmos atentos a isso. Iniciar o desprendimento dos rótulos que nos aprisionam é essencial para uma saúde física, mental e emocional equilibrada.

Tenha em mente que o que importa na construção do que somos é a nossa capacidade de ação. Se não cumprimos, na prática, as narrativas que criamos no mundo da “ideias”, vivemos de ilusão. São as nossas ações que nos definem... e não apenas ideias (ainda que possam ser positivas!). O exercício que proponho hoje é o seguinte: Livrem-se dos rótulos que condicionam a vossa ação. Sem medo do que outros possam pensar; sem medo de não corresponder ao que idealizou no “mundo das ideias”. Não somos “eus” idealizados. Somos o resultado de ações. Viva o momento presente da maneira que agora “é”, agindo e construindo. Comece hoje já. Liberte-se do Ego e “mãos à obra”! Até à próxima maré.