Sexta-feira, Abril 19, 2024
Sexta-feira, Abril 19, 2024

Bússola

Mercado de Alcobaça

São muitas as pessoas que me interpelam na rua para me parabenizar pelos artigos que aqui escrevo, “sem papas na língua”, neste jornal, mas acho que sou eu que aproveito o ensejo para agradecer a oportunidade de o fazer e, sobretudo, de pensar Alcobaça. Nem sempre é fácil dizer bem. Não o faço por mal mas apenas porque, por vezes, vejo potencial desperdiçado como nas feias entradas da cidade ou num melhor aproveitamento dos rios, mas hoje, em virtude...

Quem é quem?

Quem é quem? Quem é Portugal? Quem somos nós? Um dia, tentei explicar isto mesmo a uma amiga brasileira “tens de ver que o português quer, mas não quer, gosta mas não gosta, aceita mas reprova…” Ela ficou confusa, mas eu, eu nasci confuso e assim se contam décadas e décadas a tentar perceber quem somos, desde Pessoa, o poeta, ao José Gil, o filósofo ou a Dona Ema dos pães. Ninguém sabe ao certo. Seremos aqueles que mandam sinais de luzes na autoestrada...

A hora da sopa

Houve Sol em fevereiro e, tal como os caracóis, os Porsches de Alcobaça meteram os corninhos ao Sol. Houve também Carnaval, uma ocasião especial em...

Pavilhão Chinês

Glamour? É uma palavra que está em voga em Alcobaça, mas não pelas melhores razões. Uma das coisas que tem desaparecido da cidade é exatamente...

Natal

Quem faz o Natal para todos nós? São os amigos. Era assim o refrão de um dos temas que mais rodava na minha casa, na...

A geografia dos romances

Estou, mesmo agora, agorinha, na livraria A-das-Artes, em Sines pela morrinha da tarde, a aproveitar o Sol desta cidade de que tanto se tem falado...

Contradança

Chegou finalmente o Outono. Sem tempo para saudades do Verão, pois ainda há duas semanas, o Sol baixo a 30 graus nos queimava a moleirinha. É...

Mega

Uma das frases mais batidas do capitalismo que nos une e tanto nos separa é: “não há almoços grátis”. E tem sido esse o grande...

Madrasta

Um homem muito sábio, filho ilustre desta terra, disse-me uma vez: Alcobaça é mais madrasta que madrinha. Eu, não sendo filho desta linda terra (como fizeram...

São barulho

Antes de começarem as festas de Alcobaça (Feira de São Bernardo e Festa da Maçã), há que recordar e saudar o seu sucesso em 2022....
spot_img

Percorri a Polis, ia sendo atropelada, mas valeu a pena!

Desde o início de abril que há um novo percurso para conhecer em Leiria. Quase um mês depois, caminhei para lá dos tapumes que, há tanto tempo, barravam a passagem e pouco deixavam ver. Bem-vindos ao novo percurso Polis!Antes de começarmos esta caminhada, é importante terem contexto: faço de Leiria casa há 10 meses, quase 10 anos depois de...

Abril em mim para sempre

Nasci quatro anos antes do 25 de abril de 1974 e, até aos dezasseis, andei tão entretida com os muitos romances que lia, com os amores que vivia  (e com os que só existiam na minha cabeça) que cantava “Somos livres, somos livres”, que aprendi na Escola Primária, sem me interessar minimamente pela letra. No entanto, sei perfeitamente quando tudo mudou. Foi numa viagem...

A insuportável dureza do incerto

A propósito da reabertura da Cultura após mais um confinamento, recordamos "Um festival em tempo de pandemia” projecto fotográfico baseado na realização do Cistermúsica 2020, que agora procura escrever novos capítulos.  O ser humano prospera no conforto e na estabilidade. Há até investigadores que defendem que somos uma espécie preguiçosa e carente de gratificação instantânea. Não vou tão longe, apesar de reconhecer...

Dê lugar ao amor na terra de paixão

Alcobaça não se visita, simplesmente. Vive-se. É a cidade entre a serra e mar, onde todos somos convidados a "Dar Lugar ao Amor".   O berço de Alcobaça é no Mosteiro de Santa Maria, onde os amantes D. Pedro e D. Inês de Castro continuam a captar a atenção de milhares de turistas, não fosse esta uma das mais intensas e trágicas...
AD Footer
Região de Cister - Seja Assinante!
spot_img

Aceda ao conteúdo premium do Região de Cister!